Categorias
Bolsa de Valores

O que é Candlestick?

Saber interpretar um candlestick e outros tipos de gráficos é fundamental para o seu conhecimento, já que para investir, um dos tópicos que demandam muito de alguém é interpretação

Candlestick é como um tipo de leitura de análise de gráficos dentro do mercado financeiro, e ele possui 4 pontos que estão correlacionados com um certo perído, como data em geral. Esses quatro pontos estão representados basicamente pelo valor de abertura, valor de fechamento, máxima e mínima das negociações. Saber interpretar uma candlestick é fundamental para o reconhecimento das negociações que estão no mercado.

Se você não se identifica com gráficos, obrigatoriamente deverá saber sobre isso? No mundo do investimento, existem diversos perfis que você pode escolher de acordo com os seus atributos, ou seja, com o que mais se enquadra a sua rotina e personalidade. Existem analistas que fazem apenas estudo de ações rápidas e mais superficiais, nada de análise que passe mais de 1 semana, onde você tem que acompanhar por gráfico tudo o que rola nesse meio.

Saber interpretar um candlestick e outros tipos de gráficos é fundamental para o seu conhecimento, já que para investir, um dos tópicos que demandam muito de alguém é interpretação. Quando você começa a entender como se movimenta o mercado financeiro, como as ações sobem e descem e o porquê disso, você vai criando uma facilidade em entender outros aspectos do mercado. Os gráficos são expostos para indicar alguma oscilação de ação e probabilidades de perdas, ganhos e risco que tais negociações podem ter. Portanto, aos poucos você consegue analisar e entender bem o que um gráfico quer dizer para você.

História do Candlestick

Em meados do século XVIII, no Japão existiam negociadores que ficavam fazendo ações com o arroz, ou seja, fazia trade do arroz aqui, comprava mais baixo ali, vendia por outro preço, enfim, faziam grandes negociações com o arroz, pois naquela época, eles eram muito valiosos.

Naquela época, os investidores já começaram a pensar alto e em técnicas para as negociações, como análises por exemplo. Eles começaram a fazer gráficos com diferentes análises de preço do arroz, que é a chamada técnica Candlestick. A dinâmica do funcionamento era que gráficos vazados significavam que a abertura era em baixo e o fechamento em cima, ou seja, stick de alta (candle verde), e os gráficos que eram preenchidos, (pintados a caneta) significava que o fechamento era em baixo e a abertura em cima – stick de baixa (candle vermelho).

A partir daí os gráficos foram aprimorados para cor, formato e período, sendo possível configurar o período de acordo com o seu perfil de investidor.

Como analisar um Candle?

Como dito anteriormente, candlestick nada mais é do que um tipo de gráfico, que é composto por 4 tópicos: abertura, fechamento, máxima e mínima de um determinado espaço de tempo, ou seja, quando você entra e se depara com um gráfico desses, observe que esse espaço de tempo se varia entre, ano, minutos, segundos, semanas, dias e até mesmo horas. Mas por que dessa variação? Isso normalmente acontece de acordo com o perfil do investidor, ou seja, traders que visam negociações de ações mais rápidas, terá um gráfico cuja a sua distribuição seja em minutos, exemplo: o candle varia de 5 em 5 minutos, então o investidor age dentro desse período.

Compreender um gráfico de candlestick é muito interessante e lucrativo para o investidor, uma habilidade fundamental, para quem deseja utilizar a Análise Técnica identificando os momentos corretos de compra e venda (foto: Alan Corrêa)
Compreender um gráfico de candlestick é muito interessante e lucrativo para o investidor, uma habilidade fundamental, para quem deseja utilizar a Análise Técnica identificando os momentos corretos de compra e venda (foto: Alan Corrêa)

Os candles funcionam da seguinte forma, podemos observar que no gráfico verde, temos a Máxima que fica em cima e a Mínima que fica logo abaixo, variando com o tipo de ação e negociação, os preços aparecerão nesses dois itens. Os outros dois itens que aparecem são Abertura e Fechamento, antigamente, quando o gráfico era vazado (que hoje é o gráfico em VERDE) significava que a abertura começava em baixo e terminava em cima, ou seja, era um stick de alta. Quando o gráfico era preenchido (que hoje é o gráfico em VERMELHO) significava que a abertura começava em cima e o fechamento ficava em baixo, ou seja, era um stick de baixa.

O que significa Candles de Alta e Baixa?

O candle de Alta é representado pelo gráfico verde, onde a abertura começa em baixo e termina com o fechamento em cima (como na imagem anterior), e isso nada mais é de que o candle fechou em alta, isso não significa que o dia fechou em alta, pois as vezes você tem o candle verde mas o dia acabou sendo negativo, então não se confunda. Exemplo: Vamos supor que um determinado processo, banco, ação ficou a 9 em um dia e, no outro dia ela abriu com 7 e fechou com 8, qual candle será?

O de alta (representado em verde), porque a companhia abriu o dia em 7 e fechou a 8, então consecutivamente foi um aumento, porém, no dia anterior ela estava a 9, então podemos dizer que o dia foi de queda pois ela estava em um valor maior e no outro dia caiu para 8. Resumindo, neste caso podemos dizer que a Candle foi de Alta e o DIA foi de queda.

O candle de Baixa a dinâmica de entendimento praticamente é a mesma, porém a abertura começa em baixo e o fechamento termina em cima, isso significa que o candle fechou em baixa, não significando que o dia foi negativo, mas sim que apenas o candle ficou em baixa. Exemplo: Vamos supor que determinada empresa como a Vale estava a 9 em um dia e no outro dia ela abriu com 13 e fechou com 12, neste caso o Candle dela será de Baixa, pois da abertura até o fechamento o valor foi melhor (abriu com mais e fechou com menos), porém o DIA dela foi com alta, ou seja, foi positivo pois no dia anterior ela estava com 9 e atualmente ela está com 12.

O que são as sombras?

Com base na imagem acima, as sombras são esses “pauzinhos” que você encontra em cima e em baixo do candle (verde ou vermelho), ele indica a máxima e a mínima da ação, você pode se deparar algumas vezes, que alguns candles podem não possuir essa sombra, mas por quê?

Quando você se depara com alguma candle que não possui essa sombra (traço) em baixo o em cima, significa que a ação fechou na mínima ou na máxima. Por exemplo: Você se depara com uma candle verde que não tem a sombra em baixo, significa que a mínima se igualou a abertura.

Se o candle for vermelho e não tiver sombra em baixo, significa que a mínima se igualou ao fechamento. O mesmo serve para a ausência da sombra de cima, a ação fecha com a máxima no fechamento (no caso de candle verde) e na abertura (no caso do candle vermelho).

Conclusões

Para iniciantes e pessoas que querem realmente ir a fundo na Bolsa de Valores, é preciso conhecer um candle e a sua dinâmica, porque existem inúmeros gráficos mas o mais utilizado entre os analistas é da forma candlestick. Futuramente, se você quiser ter pessoas trabalhando por você e se tornar um grande trader, você pode até focar em outros tipos de investimento, mas o conhecimento base dos gráficos você tem que saber.

Analisar gráficos realmente podem mudar a trajetória do investidor e ajudar a tomar decisões melhores, sem perder dinheiro (Foto: reprodução)
Analisar gráficos realmente podem mudar a trajetória do investidor e ajudar a tomar decisões melhores, sem perder dinheiro (Foto: reprodução)

Viu como é fácil entender um candle? Basta apenas interpretar a ação e o que ocorreu ao redor dela. Você pode configurar os candles de acordo com o seu perfil, como dito anteriormente, quanto menor o tempo gráfico, mais rápido é o trade. Então se você quer uma modalidade de negociação rápida, a dica é essa.

Analise outros gráficos e procure interpretá-los, pois nem tudo é o que parecem. Quando nos deparamos com o candle vermelho, já pensamos: “Nossa, foi uma perda” e na verdade nem sempre é uma perda, então procure analisar os gráficos e entender como aquela oscilação acontece dentro do espaço de tempo do gráfico.