Categorias
Investimentos

Entenda a importância de escolher uma corretora

É obrigatório contratar uma corretora? Entenda tudo!

Você sabe o que é uma corretora e para que ela serve? Iremos explicar sobre os serviços que elas disponibilizam para quem quer começar a investir e qual é a principal diferença de ter uma corretora de qualidade ou não. É preciso saber reconhecer analistas experientes que vão cuidar do seu dinheiro muito bem.

Na corretora, você pode abrir contas e ela vai servir de intermediadora entre você investidor e alguma ação ou outro tipo de instituição financeira como a própria Bolsa e até mesmo bancos. Após a abertura dessa conta, é necessário que você deposite um valor, para que assim ele comece a ser movimentado.

Dentro da conta você precisará escolher a modalidade que quer investir e a habilitar alguns serviços essenciais para que você não corra tanto risco dentro de algumas negociações.

Atualmente, os bancos fazem de tudo para que você tenha conta com eles e seus planos de investimento e rendimento de dinheiro seja direto das instituições, só que, na teoria tudo parece lindo, mas na prática existem taxas e elas podem ser cobradas absurdamente.

Vamos falar sobre os bancos de varejo (tradicionais)

Os bancos de varejo são os mais conhecidos por todo Brasileiro, como Santander, Itaú, Bradesco, Banco do Brasil, Caixa e entre outros. Esses são o que você precisava pegar fila para resolver um problema, fechar contrato apenas pessoalmente com assinatura em mãos e aquela grande papelada que você não sabe nem onde foi parar.

Observe que nem toda corretora que opera na BV oferece uma taxacom um bom custo Xnbenefício, aprenda a escolher (Foto: reprodução)
Observe que nem toda corretora que opera na BV oferece uma taxa com um bom custo X benefício, aprenda a escolher (Foto: reprodução)

Normalmente os gerentes desses bancos querem fazer de tudo para você colocar o seu dinheiro e observar algum rendimento, porém, a taxa que o banco cobra para que seu dinheiro fique lá ou a partir disso tenha alguma movimentação, é muito maior do que a de uma corretora. Portanto, na corretora, você tem uma oportunidade melhor do que em banco em relação a porcentagem desses valores cobrados, mas calma, nem toda corretora tem a taxa que “vale a pena”, é preciso saber escolher.

Uma outra coisa importante de ressaltar é que, na corretora você tem uma certa garantia do seu dinheiro, então dependendo de qual modalidade ele estiver com o seu dinheiro não acontece nada. Já no banco é o contrário, sendo que eles deixam o dinheiro em um fundo que não tem garantia de crédito (FGC), ou seja, caso o banco chegue a falência, você perderá todo o seu dinheiro. Ah mas é difícil quebrar um tradicional não é? Sim, mas não é impossível. Lembre-se que a gerente precisa gerar resultados então ela te contará inúmeras histórias assustadoras para que você tenha medo de investir em outro lugar, ou por uma corretora.

Compare o rendimento de um banco tradicional e de uma corretora

Muitas vezes o gerente do banco começa a te oferecer planos para que você possa investir e deixar o seu dinheiro lá. Vamos supor que ele queira que você deixe R$ 100 mil no banco, então ele te oferece uma oportunidade de ter a mensalidade grátis, onde você pagava 50 ou 100 reais. Vale a pena? Comparando em planilhas, não, pois o que você vai ganhar pela corretora já ultrapassa o valor da mensalidade do banco, compensando pagar essa taxa ou migrar para um banco que possua a mensalidade isenta.

Faça considerações como: o que você vai ganhar pela corretora X valor da mensalidade do banco, se compensar a troca, ou seja, se for mais barato, relacione se vale trocar de serviço pagando taxa ou escolher bancos isentos de mensalidades (Foto: reprodução)
Faça considerações como: o que você vai ganhar pela corretora X valor da mensalidade do banco, se compensar a troca, ou seja, se for mais barato, relacione se vale trocar de serviço pagando taxa ou escolher bancos isentos de mensalidades (Foto: reprodução)

Jogue em uma planilha uma certa quantia de dinheiro com taxas e juros de um banco e de uma corretora e compare para ver qual se sobressai. Você irá observar que a de corretora rendeu muito mais do que a do banco, fora que você pode mudar o tipo de investimento também e contar com profissionais de qualidade na área de investimento.

Outro argumento que os gerentes usam são: você terá que pagar o imposto de renda. Na Bolsa também se paga imposto de renda, mas a diferença é que você consegue recuperar o dinheiro que aplicou e muito mais do que você esperava, agora no banco, você irá demorar muitos anos para resgatar e pode ser que não resgate.

Taxa de administração

Normalmente são cobrados taxa de administração, ou seja, uma taxa de serviço tanto da corretora quanto do banco, ela é cobrada normalmente em porcentagem incidindo sobre o valor total, ou seja, do rendimento + capital. Ela é expressada no ano, porém incide de seis em seis meses ou até mesmo quando ocorre algum resgate.

Entenda como serão cobradas as taxas: de administração, movimentação, manutenção e suas periodicidades para fazer as contas certas para o melhor emprego do seu dinheiro (Foto: reprodução)
Entenda como serão cobradas as taxas: de administração, movimentação, manutenção e suas periodicidades para fazer as contas certas para o melhor emprego do seu dinheiro (Foto: reprodução)

Uma das coisas mais importante que você deve olhar quando escolher uma corretora é essa taxa, e observa-la também no banco, para fazer um comparativo final e ver que realmente vale a pena investir pela corretora.

A taxa de administração de fundos de um dos bancos tradicionais (nesse caso o Santander) subiu para 5,5% ao ano e depois baixaram para 2,7%, sendo que a renda fixa tem uma taxa de fundos de 0,3%, ou seja, olha a baita diferença, se você estivesse em uma renda fixa do banco você teria perdido tudo sem nenhum rendimento do seu dinheiro.
Argumentos

Não caia muito na conversa de gerentes dos bancos pois, quando você tenta sair do banco de varejo eles fazem um terrorismo para que você fique, trazendo diversos argumentos que não fazem sentido, como: “somos um banco sólido”, “você vai ter que pagar imposto de renda”, “nunca ouvi falar nessa corretora”. Portanto, você tem que saber que investimento de corretora é sim melhor do que a do banco, de modo geral.

Eles podem afirmar que são um banco sólido, mas na maioria das vezes não possuem um fundo com garantia do seu dinheiro. No caso do imposto de renda, você terá que pagar de qualquer jeito, mas é melhor estar em uma instituição que você recupere logo o seu dinheiro e não em uma que você está correndo risco de demorar 10 anos para recuperar ou até mesmo nem conseguir.

Busque um profissional de confiança, assim ficará tranquilo para fazer suas operações financeiras (Foto: reprodução)
Busque um profissional de confiança, assim ficará tranquilo para fazer suas operações financeiras (Foto: reprodução)

A dica é, esteja atento aos argumentos que não tem sentido, você acaba se tornando um bem material para o banco, então siga em uma corretora que te trará melhores ganhos e oportunidades, afinal o dinheiro é seu e isso tem que ser bom pra você também.