Categorias
Investimentos

Confira um jeito mais simples de investir na Bolsa: Os ETFs

Entre tantas formas de fazer aplicações e investimentos na BV, esta é mais uma maneira que pode ser utilizada, entenda.

Você sabe o que são os ETFs e para que eles servem? Leia essa matéria até o final que você entenderá, e verá se essa é uma forma simples que te agradou para investir. Dentro desse universo, existem muitas maneiras de aplicar, algumas mais simples e outras mais complicadas e profissionais.

Você já parou para pensar qual perfil você leva na área de investimentos? Existem modalidades desde a parte mais conservadora (onde você não quer correr riscos), mais maleável (onde você aceita perder um pouco) e o modo mais arrojado, que aceita perder sem dó, ou seja, age sobre negociações que oscilam muito na renda variável.

Os ETFs são uma forma mais simples de investir, que além de tudo, te ensina muito em educação financeira, portanto você consegue entender melhor como funciona os investimentos e mergulhar de cabeça nesse mundo tão desejado, vá com determinação e se torne uma boa investidora ou investidor.

Afinal, o que é ETF?

Exchange Traded Funds é o nome por extenso da sigla e, ele significa um “pacote de ações”, como se você estivesse adquirindo um kit que já vem tudo pronto. Elas representam um índice, qual índice? Existem vários tipos na bolsa de valores, e elas podem se referir a diversos deles.

Vamos dar um exemplo: Se você quer comprar o índice Ibovespa, não é necessário que você vá para a BMF, você pode permanecer no mercado a vista sem precisar ir para os futuros. Ao invés de você comprar 68 ações lá, você compra uma que representa essa quantidade, por exemplo o BOVA11. Isso faz com que você não perca tanto o seu tempo e em precise pagar taxa de corretagem.

Em geral vale a pena adquirir uma ETF, porque cada ação do índice tem uma representatividade diferente, por exemplo, a Petrobras representa 5% de uma ação no Ibovespa, a vale representa x% no mesmo, e assim por diante. Portanto se você tentar comprar uma por uma, terá muito mais trabalho e talvez você nem consiga pegar todas devido a esses percentuais nas categorias das ações. As ETFs são uma maneira mais simples de investir, sem que você precise ficar fazendo ajustes de proporção entre as categorias de ações

Taxa de administração

Os ETFs são como fundos, e como nem tudo é perfeito, existe uma taxa de administração que é cobrada. Normalmente existem variações entre a mesma e nos índices que você adquirir, em geral o valor não é muito alto, mas podem existir algumas alterações de 0,24% ao ano, como já foi visto também, 0,059% que era da PIBB11.

Isso pode ser visto como uma desvantagem? Talvez, tudo depende dos objetivos que você planeja, tem pessoas que compram um índice e seguram o mesmo durante 5 ou 10 anos, nesse caso, pode ser que valha a pena optar por um índice onde a taxa de administração é baixa.

Agora se você tem outros planos, como em curto prazo, para esse índice que você adquiriu pode ser que a taxa não seja tão relevante, quanto para uma pessoa que pensa em longo prazo. No entanto, verifique sobre os valores, porque na maioria das vezes é melhor que se garanta uma taxa menor que 1%.

S&P Standard & Poor’s

Ela é uma divisão de um grupo que tem como objetivo publicar análises e pesquisas sobre a bolsa de valores e títulos, dos EUA. Ás vezes você se depara com isso e quer comprar ações da mesma, mas como fazer quando é internacional? Fácil, comprando uma ETF aqui que representa um índice da S&P (nesse caso), você não precisa ficar criando conta lá fora e fazendo uma série de burocracia para adquirir um bom negócio.

Dentro dessas representatividades temos SPXI11 que simula o índice S&P 500, portanto você não precisa ficar transformando o seu dinheiro em dólar para adquiri-la, ou fazer qualquer outro processo burocrático que te faça perder tempo. Outra ETF que também representa ele, é a IVVB11.

Ambas não possuem uma diferença muito relevante, mas alguns pontos a serem considerados é que a SPXI11 acompanha o benchmark, onde investe diretamente no índice S&P500, e a IVVB11 está em maioria no ETF IVV americano, porém ele também replica o desenvolvimento do mesmo índice.

Se o seu perfil é adequado para o Mercado de Opções, pode ser vantajoso usar este método para fazer seu dinheiro gerar bons reultados (Foto: reprodução)
Se o seu perfil é adequado para o Mercado de Opções, pode ser vantajoso usar este método para fazer seu dinheiro gerar bons reultados (Foto: reprodução)

Vantagens

O bom de você investir em ETF é que como dito anteriormente, você não precisa comprar o índice do Ibovespa (por exemplo) inteiro, até porque demanda muito dinheiro, mas você pode adquirir um ativo do mesmo. Isso além de te trazer praticidade, te dá oportunidade de pegar aquilo com um custo menor.

Se você pensa em adquirir o índice como um todo, imagina que ele seja composto por 67 ações, nesse caso são 67 categorias diferentes, ou seja, a mão você teria que fazer uma proporcionalidade entre as porcentagens de cada uma delas, e detalhe, a taxa de corretagem não englobará o total em uma só, você terá que pagar esse valor de administração para cada uma que adquirir. Portanto investir em uma ETF nesse caso, te facilita muito a vida.

Além da facilidade e oportunidade de pegá-las por um custo menor, é uma forma simples de investir, onde você aprende muito com tudo o que está mexendo, como índices, valores de taxas de administração entre outros. Você começa a ter uma restruturação em aprendizado financeiro, onde pode se abrir diversos outros caminhos dentro da bolsa de valores para você. Mas lembre-se, sempre pesquise sobre quais índices valem a pena adquirir, pois existem vários deles.