Categorias
Bolsa de Valores

Bolsa de Valores: Você sabe o que é o STOP?

Uma ferramenta poderosa, para aqueles que não querem acompanhar a movimentação de uma ação por muito tempo ou o dia todo.

Você já conhece essa programação chamada STOP? Ela basicamente é designada para comprar ou vender uma ação automaticamente, desde que esteja configurada de acordo com a sua vontade. Em teoria e se você souber usar corretamente, ela é uma ferramenta muito boa para aqueles que não querem acompanhar a movimentação de uma ação por muito tempo ou o dia todo.

Existem muitos investidores que não gostam de ficar acompanhando o mercado financeiro desde a sua abertura até o fechamento, então é desenvolvido inúmeras ferramentas para que “façam” o trabalho por você, mas é preciso saber programá-las e não esquecer das ações que você investiu.

O STOP é muito bom para algumas modalidades, mas se você não prestar atenção, existem algumas coisas que acontecem na Bolsa que pode te prejudicar e nessas horas o STOP mau programado pode não te ajudar também, como o slippage.

Como funciona o Stop?

O Stop como dito anteriormente, é uma ferramenta que serve para você “Stopar uma operação” ou seja, você encerra ela em um determinado valor. O stop tem em todas as corretoras praticamente, pois ele é considerado uma programação muito importante.

O Stop basicamente existe para que você consiga fazer as suas outras tarefas de casa e até mesmo ir ao banheiro. No mercado financeiro, as ações se movimentam de forma muito rápida, onde requer muita atenção do investidor, principalmente para aqueles que aplicam em compras e vendas no mesmo dia, como os day traders.

Então vamos supor que você compre uma ação a R$ 10 reais, e você pode programar o seu Stop para quando ela chegar a 9, ser vendida. Para você determinar o valor que quer stopar, é preciso que você tenha feito uma análise daquela ação que está comprando e tenha conhecimento sobre isso, então por quê stopar a 9 nesse caso? Após ter analisado a situação, você observou que aquela negociação poderia chegar a 8 ou a 7, te trazendo maiores prejuízos. Portanto quando ela chegar a 9, automaticamente ela já é vendida antes que seu percentual baixe mais ainda. Nas configurações você pode colocar o seu limite de ganho e de perda também.

Stop Loss

Ele serve para prevenir uma perda, e que por mais que você tenha prejuízo, que ele não seja em alto valor. O que pode acontecer é que o seu Stop pode ser pulado, ou seja, você programou para 10 e no ouro dia o mercado abriu por 9, então ele pula seu stop mesmo que ativado pois, você não vai conseguir vender a 10 uma ação que está valendo 9. Nesse caso você está tomando um prejuízo, mas está evitando uma perda maior.

Essa modalidade também serve para você prevenir um prejuízo, ou seja, se você comprou uma ação a 10 reais, e ela subiu para 11, você programa o seu stop para 10,50 (já está garantindo um lucro), caso a cotação caia até esse valor, ele é ativado e “vendido” a 10,50. Você pode escolher que ela venda por esse preço ou que ele apenas seja ativado quando essa ação cair, o que significa isso?

Você configura outras duas ferramentas dentro do stop loss, sendo o “start” e o seu “preço de venda”, então quando você o configura, já está na sua mente que algo pode dar errado. Portando pensando no exemplo acima, geralmente as pessoas colocam o “start” (ativação do stop) a 10,50 e o seu preço de venda a 10,40. Isso acontece porque, caso o valor da cotação caia mais do que a “armação” do seu stop, você não sai perdendo tanto, porque ele se programa para você vender por 10,40. Portanto, deixe isso programado e coloque o seu preço de venda abaixo do start para evitar maiores prejuízos.

Stop Gain

Essa modalidade é o inverso da outra, então se a ação está a 11, você pode colocar seu start a 12 e caso bata, você define o seu preço, então a 11,90 ou maior que 12, isso será de sua escolha. Então você coloca o valor acima da cotação quando você já sabe ou imagina que a mesma vai subir.

Normalmente o mais utilizado é o stop loss, pois você evita que uma perda drástica aconteça, mas o gain também é bom para garantir alguns lucros de acordo com o aumento da porcentagem da ação.

Stop Móvel

O Stop móvel se movimenta de acordo com a oscilação da ação. Por exemplo: a ação está a 11 e o seu stop está programado a 10,50, caso a cotação suba para 11,10 o seu programa automaticamente irá subir para 10,60 e assim sucessivamente. Portanto você acaba garantindo mais lucro em relação ao preço das negociações.

Slippage x Stop, cuidado!

Já abordamos anteriormente, e o slippage basicamente é uma escorregada na bolsa, ou seja, quando uma ação cai drasticamente devido alguma notícia revolucionária. Quando isso acontece, e a pessoa não está ligada e também não armou o seu STOP, os prejuízos com esse grande deslizamento pode ser maior do que você imagina.

Portanto você tem que administrar bem o seu stop e saber exatamente como colocar a sua armação e o seu preço de venda. Se você estudou e analisou uma ação e vê que a chance dela cair é grande, coloque o start em um determinado valor e seu preço de venda abaixo, porque caso ocorra o slippage você não tem tanto prejuízo.

O mesmo serve para ganhos, então analise sobre determinada cotação e não seja tão ambicioso, coloque em um valor que você sabe que pode subir mais, mas não em um que precise acontecer um milagre para chegar em determinado valor. Esteja consciente e SEMPRE ative o seu programa, pois ele serve como uma proteção para o seu dinheiro.